Umuarama chega a 808 casos confirmados de dengue e ações são reforçadas

Umuarama chega a 808 casos confirmados de dengue e ações são reforçadas

O bom resultado de uma ação realizada no último sábado, 29, nos bairros Ouro Branco e Irani, motivou a Secretaria Municipal de Saúde a estender a iniciativa para outras regiões da cidade que contam com alto índice de casos confirmados de dengue – Umuarama tem hoje 2.251 notificações, com 808 casos positivos, 628 descartados e 815 suspeitas em investigação.

 

Em pouco mais de meio dia de trabalho, equipes da Secretaria de Saúde, Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), Comitê de Combate à Dengue, Universidade Paranaense (Unipar) e dezenas de voluntários recolheram seis caminhões de materiais que poderiam acumular água nos quintais, residências e terrenos baldios. Calor e umidade são a combinação perfeita para a reprodução do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti.

 

O envolvimento dos voluntários, acompanhados por agentes de combate a endemias, movimentou a população. “O trabalho começou às 6h30 da manhã, com a pulverização realizada com bombas costais. Não havia nada nas calçadas. Quando começamos visitar as residências, às 8h, os moradores começaram a dispensar os recipientes que havia nos quintais e tudo foi recolhido”, explicou a secretária Cecília Cividini.

 

O volume surpreendeu, ainda mais porque a região havia recebido a visita do Programa Bairro Saudável uma semana antes, mesmo assim o saldo foi considerado muito positivo. “É um material que foi eliminado dos quintais e não representa mais risco para a dengue”, disse a coordenadora da Covisa, Maristela de Azevedo Ribeiro. Também foram vistoriados caçambas, contêineres e terrenos baldios. “O mato alto esconde lixo e criadouros do mosquito”, alertou.

 

A partir desses resultados, a secretária Cecília Cividini reuniu um grupo de parceiros na tarde desta terça-feira, 3, e agendou mais três ações para os próximos dias. Na quinta-feira, 5, a coleta de materiais será realizada no Parque Dom Bosco – com concentração das equipes a partir das 7h30 na UBS Cidade Alta; na sexta-feira, 6, será a vez da região central (7h30 as equipes se encontram na Unipar Sede, UBS Centro de Saúde Escola); e no sábado, 7, as forças serão concentradas no Jardim São Cristóvão.

 

“Com o apoio dos voluntários e o empenho das nossas equipes, meio dia de trabalho é suficiente para fazer a diferença no combate ao mosquito da dengue nesses bairros”, disse a secretária. Participaram do planejamento da ação, representantes da Secretaria de Saúde, Covisa, Unipar (Irinéia Baretta, diretora do Instituto de Ciências Biológicas, Médicas e da Saúde), comitê (presidente João Luiz Bortolato), o diretor da Guarda Municipal, inspetor Rissato, e outros parceiros.

 

A ação reunirá ainda agentes de combate a endemias, agentes comunitários de saúde, alunos de cursos técnicos em enfermagem, associações de moradores e a equipe das UBS, que estarão abertas para vacinação, além do apoio das equipes das secretarias municipais de Administração, Serviços Públicos e Comunicação

Deixe seu Comentário

Mande seu Alô!

Fale com a Chyrstian FM!

  • Chyrstian 97.3 FM

    Mande seu Alô!