Construção civil em Umuarama se recupera, apesar dos efeitos da pandemia

Construção civil em Umuarama se recupera, apesar dos efeitos da pandemia

O setor da construção civil registrou um alto índice de aprovação de projetos em abril, em Umuarama, recuperando-se após dois meses de retração em pleno cenário da pandemia do coronavírus, que vem afetando de forma drástica a economia em todo o Estado e no país. O mês passado registrou o melhor desempenho para abril desde 2015, com 22.024 m² de projetos aprovados pela Diretoria de Planejamento Urbano.

A aprovação do projeto é o primeiro passo para o início de uma obra, seja de construção, ampliação e reformas estruturais. “Este ano começou muito bem, com 22,7 mil m² aprovados em janeiro – melhor saldo para o mês desde 2014 –, mas fevereiro e março tiveram índices bem abaixo da média. Justamente em abril, com o auge da crise provocada pelo coronavírus, o setor mostrou novamente a sua força e se recuperou”, disse o prefeito Celso Pozzobom. 

De 2017 para cá, a média mensal de projetos tem variado entre 19,4 mil m² e 20,8 mil m². “Tomando essa base para comparação, vemos que abril esteve bem acima desse patamar e caso a tendência perdure pelos próximos meses, a construção civil vai ser fundamental para a recuperação na nossa economia, no período pós Covid-19. É um sinal de confiança dos investidores no desenvolvimento de Umuarama e no retorno dos seus investimentos, respondendo a uma demanda forte por habitação e edificações comerciais”, acrescentou Pozzobom.

O diretor de Planejamento Urbano, Antônio Carlos Lavagnini, acrescenta que outros setores importantes do mercado também são beneficiados na esteira da construção civil, como a mão de obra (geração direta de empregos), comércio de ferragens, materiais de construção, madeiras, acabamentos, hidráulico e elétrico. “Também podemos acrescentar as áreas de decoração, móveis e eletrodomésticos, pois casa nova geralmente pede uma renovação na mobília”, comentou. 

De acordo com informações da Agência do Trabalhador, da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo da Prefeitura, o setor da construção civil – ao lado de supermercados e hospitais – foi de fato responsável pelo maior volume de contratações de trabalhadores em abril, que resultou no saldo de 85 vagas ocupadas no mercado de trabalho. 

“Seja pelo saldo positivo na geração de empregos ou pela movimentação no comércio de materiais de construção e setores relacionados, nestes tempos difíceis a construção civil tem sido uma aliada importante na retomada da atividade econômica e reforça a tendência da nossa cidade ao desenvolvimento, apesar de todas as adversidades. Vamos sair mais fortes após essa pandemia”, completou o prefeito Celso Pozzobom.

 
 

Fonte: Portal da Cidade Umuarama

Deixe seu Comentário

Mande seu Alô!

Fale com a Chyrstian FM!

  • Chyrstian 97.3 FM

    Mande seu Alô!

Audio Wave